Páginas

segunda-feira, 18 de março de 2013

Bandô


     Trabalhos em Pachwork são tão lindos...mas eu sempre achei que não estava entre as minhas habilidades. Como eu poderia fazer uma coisa tão cheia de detalhes, que exige criatividade e paciência? Logo eu que quero ver tudo pronto de uma vez?
     Mas, resolvi me arriscar, ir fazendo aos pouquinhos, devagarinho, só para ver no que dava. 
     Então coloquei o passo-a-passo, pois se alguém como eu, tem vontade, mas acha um trabalho impossível, pode acompanhar e tentar também.

          A primeira coisa que fiz foi procurar modelos na internet até achar mais ou menos o que eu queria, depois medi minha janela e fui comprar o tecido. Comprei a quantidade dobrada pois seriam duas partes, a da frente e a de trás.


Tecido de Algodão Cru
                                                 

     Medi de novo a janela, dessa vez com mais precisão e contando a quantidade de tecido que queria deixar nas laterais, assim como o comprimento que queria que ficasse. Então ficamos com 209 cm de largura X 24 cm de altura, já contando os 2 cm de folga para costura.
   
Tecido Cortado. 209cm X 24cm


     Achei na Internet o molde para fazer as flores. E não foi nada fácil escolher um no meio de tantos tão bonitos...
     Então, imprimi, ampliei para ficar proporcional ao bandô, fiz 3 cópias para dar a quantidade de desenhos que eu iria precisar, recortei e passei para o papel adesivo. O papel que eu uso é Heat'n Bold Ultra Hold.
Recortei os desenhos deixando uma margem.
   
Moldes desenhados e recortados
   

     Passei os moldes para os tecidos com o ferro, lado áspero do papel virado para o tecido.

Moldes no tecido
     
   
     Coloquei todas os pedaços em cima do tecido para ver como ia ficar...tava louca para ver o resultado...




     Colei os apliques no bandô. Deixei a beira do vasinho sem colar para poder colocar as folhas por dentro.

Vasinhos colados

Coloquei as flores, os caracóis e as borboletas.


Depois de tudo colado, ficou assim:


    O problema é que se a gente só cola, os desenhos irão descolar com o tempo, então o caseado é obrigatório. Aqui levei um tempão para decidir...Que tipo de ponto? A mão ou à máquina? Acabei optando pelo caseado clássico, aquele que vai fazendo o contorno no desenho. Agora, fazer a mão não ia ficar parelho e fazer na máquina, com aquele monte de voltinhas, me parecia impossível...Mas como a internet é uma coisa maravilhosa e você acha tudo que quer, vi que não só é possível, como muito mais fácil do que fazer a mão...Parece um bicho de sete cabeças, mas depois que começa é super gostoso de fazer. Mas tem que ter paciência para ficar levantando o pé da máquina cada vez que quiser fazer uma voltinha.

Só não vale olhar muito de perto, tá?


     Depois do caseado pronto, é hora de colocar a manta acrílica e o tecido da parte de trás.
     Para fixar a manta e o tecido , coloquei cola em spray e assim não precisa usar alfinete. A cola em spray é Dritz Basting Spray. Ela é temporária e rende bastante. É bom forrar o lugar com jornal porque é bem difícil de limpar se pegar na mesa ou coisa assim.
     Eu ia fazer a parte de trás com o mesmo tecido da frente, mas achei sem graça e resolvi fazer o fundo com o tecido da moldura.

Juntei as peças e fui passando a cola por partes.


     Agora o Quilt Livre!
     O Quilt Livre valoriza muito a peça, mas como fazer????? Lá fui eu pesquisar na Internet de novo...E tem uns vídeos muito bons que ensinam direitinho: http://www.youtube.com/watch?v=yGNOS5JQHYQ.
     Não é tão fácil como parece, para mim pelo menos. Comecei fazendo na velocidade mais baixa pois estava morrendo de medo de errar, mas depois que coloquei na velocidade mais rápida e facilitou muito!Fiz por metades, primeiro a parte de baixo, depois a de cima. O fato de ter cola entre as camadas deixou a agulha "pegando" um pouco.



     Depois do Quilt pronto, coloquei a moldura.

6cm de Moldura

   
     Moldura pronta é hora de fazer as tiras de suporte para pendurar. Fiz um molde de papelão, passei para o tecido, recortei deixando 1cm de margem para a costura. Ao todo foram 10. Costurei do avesso, desvirei, passei e coloquei no bandô.



     Depois coloquei os botões.

     E pronto,tá aí o meu bandô pendurado!


     Ainda não estou acreditando que fui eu que fiz...